Esta página é exclusiva a Profissionais de Saúde registados.

Como fazer o diagnóstico da gota aguda?

imagem de pé com gota
fotografia da Dra. Joana Rosa Martins

Dra. Joana Rosa Martins

Assistente Hospitalar de Medicina Interna | ULS de Santa Maria – Hospital de Santa Maria

A gota é uma doença inflamatória que resulta da deposição de cristais de monourato de sódio, ocorrendo quando a concentração de urato sérico ultrapassa o limite de solubilidade do urato. Assim, a hiperuricemia é necessária para que a doença se desenvolva, estando presente pelo menos em alguma fase da doença. As crises ocorrem tipicamente após anos de hiperuricemia assintomática e caracterizam-se pelo desenvolvimento de artrite, no entanto as manifestações não se restringem ao envolvimento articular, podendo existir deposição de cristais no sistema excretor, com desenvolvimento de nefrolitíase e nefropatia crónica.

Formalmente o diagnóstico assenta na identificação de cristais de monourato de sódio no líquido sinovial, no entanto quando isto não é possível o diagnóstico pode intuir-se com base na anamnese e exame objetivo, apoiado em exames complementares de diagnóstico.

A terapêutica assenta na utilização de fármacos como a colchicina e os AINEs, capazes de suprimir a inflamação na fase aguda, mas também na reversão da hiperuricemia com agentes hipouricemiantes, principalmente fora dos episódios agudos com intuito de prevenir crises futuras.

icon-locker-closed

Para continuar a ler este artigo, deverá registar-se como profissional de saúde.

Se é Profissional de Saúde faça o seu registo. Se já se registou, faça o seu login abaixo.

Artigos Relacionados

Como fazer o diagnóstico da gota aguda?

Como fazer o diagnóstico da gota aguda?

A gota é uma doença inflamatória que resulta da deposição de cristais de monourato de sódio, ocorrendo quando a concentração de urato sérico ultrapassa o limite de solubilidade do urato.