Esta página é exclusiva a Profissionais de Saúde registados.

Perturbação da ansiedade generalizada e benzodiazepinas

ilustração de rapariga com ansiedade
fotografia da Dra. Joana Rosa Martins

Dra. Joana Rosa Martins

Assistente Hospitalar de Medicina Interna | ULS de Santa Maria – Hospital de Santa Maria

A perturbação de ansiedade generalizada é uma doença com um curso crónico que pode levar a uma diminuição significativa de qualidade de vida quando não tratada, condicionando impactos socioeconómicos importantes, estimando-se que o impacto na vida social seja equivalente ao descrito na depressão major.

Caracteriza-se por preocupação e ansiedade desmedidas, de difícil controlo, que condiciona angústia e tem impacto nas atividades da vida diária, podendo manifestar-se com sintomas físicos como taquicardia ou hipersudorese.

A abordagem terapêutica deve ser personalizada, podendo incluir terapia cognitivo-comportamental e terapêutica farmacológica que assenta, como principal pilar, na utilização de inibidores seletivos da recaptação de serotonina. As benzodiazepinas são também eficazes. No entanto, as preocupações relacionadas com a dependência e síndrome de abstinência fazem com que não devam ser utilizadas isoladamente em primeira linha. A sua utilização na fase inicial, como adjuvante, é útil já que os efeitos são rápidos permitindo uma redução dos sintomas somáticos e emocionais em horas ou minutos, permitindo melhoria clínica até que os efeitos benéficos dos ISRS se comecem a fazer sentir.

icon-locker-closed

Para continuar a ler este artigo, deverá registar-se como profissional de saúde.

Se é Profissional de Saúde faça o seu registo. Se já se registou, faça o seu login abaixo.

Artigos Relacionados

Perturbação da ansiedade generalizada e benzodiazepinas

Perturbação da ansiedade generalizada e benzodiazepinas

A perturbação de ansiedade generalizada é uma doença com um curso crónico que pode levar a uma diminuição significativa de qualidade de vida quando não tratada, condicionando impactos socioeconómicos importantes
A “diabolização” das benzodiazepinas

A “diabolização” das benzodiazepinas

As benzodiazepinas foram introduzidas no mercado em 1960, com o clorodiazepóxido a ser o primeiro fármaco do grupo aprovado e utilizado na prática clínica.
Ginkgo Biloba: Da origem à atualidade

Ginkgo Biloba: Da origem à atualidade

Ao longo dos anos foram realizados mais de 400 ensaios clínicos utilizando o extrato de Ginkgo, em áreas tão distintas como os problemas vasculares, o tratamento da perda de memória, da demência, depressão, acufenos, degenerescência macular ligada à idade e síndrome metabólica.